CABALÁ: parte 16

Deixe um comentário

20 de Maio de 2013 por azamradobrasil

Imagem

16. Você tem que ser Judeu ou praticar a Torá em ordem para estudar e praticar a Cabalá?

Elijah, o Profeta disse: “Eu faço os céus e a terra minhas testemunhas que todos os Israelitas, ou Gentios, homem ou mulher, escravo ou escrava – cada um segundo as suas obras, o espírito santo repousa sobre eles” (Tanna Devey Eliyahu cap. 9).

A Cabalá inclui ensinamentos gerais que se aplica a Judeus e Gentios, para que toda a humanidade venha a conhecer e servir o Deus Único. Estes abrange ensinamentos sobre a criação dos mundos de Deus, sobre os níveis e a finalidade dos seus habitantes diversos, e sobre a oração, a aproximação universal a Deus – “pois Minha Morada será chamada Casa de Oração para todas as nações” (Isaías 56:7).

Muitos ensinamentos da Cabalá se aplica especificamente para aqueles que praticam a Torá, pois estão inextricavelmente ligados com a Torá e seus mandamentos. Na verdade, a Cabalá é a própria alma da Torá, que é a Árvore da Vida.

Várias traduções e obras sobre a Cabalá estão hoje facilmente disponíveis e acessíveis para os Judeus e Gentios, independentemente da sua origem ou prática religiosa. A disponibilidade de tais obras permite que as pessoas de todas as origens e crenças possa descobrir a verdade sobre a Torá e ganhar uma compreensão mais profunda da fé mais antiga do mundo.

A Cabalá ensina que todos os Gentios são intimados a praticar as Sete Leis Universal dos Filhos de Noé, enquanto os Judeus são obrigados a praticar os 613 mandamentos da Torá. O estudo mais profundo da Cabalá, seja por Judeus ou Gentios, só é realmente significativo quando cada um se esforça para praticar os mandamentos que se aplica a ele.

A prática da Cabalá por um Judeu é autêntica somente quando ele ou ela observa a Torá,  o código de Sabbath e festivais, a dieta, a moral sexual, a pureza familiar e outras leis. A sabedoria autêntica interior da Torá, mesmo quando disponível em versão impressa, é auto-protegida em ser verdadeiramente compreensível apenas para aqueles que observam os 613 mandamentos da Torá.

Por Rabino Avraham Greenbaum.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Artigos Recentes

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 50 outros seguidores

Blog Stats

  • 34,145 hits
%d bloggers like this: