Torá para as Nações

Deixe um comentário

4 de Maio de 2014 por azamradobrasil

Imagem

Torá para as Nações fornece ensinamentos e recursos da tradição religiosa Judaica para pessoas de todas as nações, origens e crenças.

Todos os materiais neste site reflete o Judaísmo “Ortodoxo” da Torá e são baseados na Bíblia Hebraica (“TaNaKh”, Torá, Profetas e EscritosSagrados), o Talmud, códigos de leisda Torá clássicos (Mishnê Torá e Shulchan Aruch), ensinamentos de notáveis sábios rabínicos de todas as gerações, bem como a tradição mística interior de Torá (Zohar, Cabalá e Chassidut).

Este site é editado por Rabi Avraham ben Yaakov, sob a supervisão das maiores autoridades rabínicas atuais.

Em tempo, com Israel

Nas sociedades urbanas sofisticadas de hoje, muitas pessoas esperam suprimentos abundantes constantes de frutas, legumes, carne, peixe e outros produtos nas lojas –– como se um suprimento constante de alimentos deveria ser um direito humano básico.

Aqueles que são mais “pé no chão” entende que tudo o que consumimos é o presente amoroso de Deus, já que Ele fundamentalmente controla o tempo e todos os muitos outros fatores que influenciam o crescimento de todas as plantas, animais e outras criaturas, e o sucesso das colheitas e produção em todo o mundo. Assim somos obrigados dar graças a Deus por Sua grande bondade em nos fornecer tudo o que temos.

Sabbaths, Estações do ano e Festivais

A Torá ensina que Deus criou o sol, a lua e as estrelas para serem “e sejam sinais para os prazos, dos dias dos anos” (Gênesis 1:14). Deus instruiu aos Filhos de Israel para observar o Sabbath e descansar cada sétimo dia, para marcar as luas novas a cada mês, e para celebrar os festivais de acordo com as estações do ano. Cada festival oferece maneiras originais para expressar nossa gratidão a Deus por todas as Suas bondades e para atrair mais bênçãos para o mundo.

Assim, o festival da primavera da Passover (Pêssach) vem no início da temporada de colheita de grãos na Terra de Israel. O festival dos Tabernáculos (Sucot) vem no final do verão, a época de coleta dos frutos. O ciclo anual dos festivais também está ligada com as fases espirituais do ano. Primavera, a estação de regeneração, é o momento de voltar a Deus em amor, enquanto o outono é o momento de voltar para Deus em reverência.

Apenas para os Judeus?

OsSabbaths biblicamente ordenados e Festivais são destinados a serem comemorados apenas por Judeus e os Filhos de Israel? Ou também devem os não-Judeus estarem cientes dessas ocasiões e marcar ou observá-los de alguma forma?

Por um lado, a Torá afirma que o Shabbat semanal é um “sinal” único entre Deus e os Filhos de Israel “(Êxodo 31:17). Só Israel é cobrado de anunciar e observar cada festival no seu tempo próprio (Levítico 23:2).

Por outro lado, as palavras finais da profecia de Isaías prediz que no fim dos dias “de uma Lua Nova à outra e de um Sabbath a outro, virá toda a carne a adorar perante Mim, diz o Senhor”. Da mesma forma, o profeta Zacarias prediz que, após a Guerra de Gog e Magog, “cada um que sobrou das Nações que vieram contra Jerusalém subirão de ano em ano para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos e para manter o festival dos Tabernáculos (Sucot) “, enquanto aqueles que se recusam receberá nenhuma chuva na sua terra e serão atingidas com praga! (Zacarias 14:16-17).

Aqui são provas claras de que Deus quer que as pessoas de todas as diferentes nações compartilhe na marcação de Seus festivais, mesmo que eles não são obrigados a observar as leis e os costumes específicos de cada um da maneira que é exigido de Israel.

Assim, o Passover, comemorando a redenção de Israel da escravidão no Egito, é importante para todos os que prezam a liberdade da opressão e da tirania. Os festivais das Semanas (Shavuot), comemorando a entrega da Torá, é importante para todos os que respeitam a regra da lei de Deus. Rosh Hashaná, o “Ano Novo”–– Dia do Juízo para todo o mundo de Deus –– é uma chamada para as pessoas de todas as nações para se arrepender e voltar para Deus e Seu serviço.

Um desafio para os Rabinos de hoje

Durante o longo período do exílio dos Judeus entre as nações de acolhimento, muitas vezes hostis, era geralmente impossível para os Judeus celebrarem os festivais da Torá com muito público, muito menos para promover alguma forma de reconhecimento e observância destes festivais, entre os não-Judeus. Esta pode ser uma razão pela qual poucos ensinamentos foram recebidos dos rabinos das gerações anteriores sobre formas adequadas em que os não-Judeus podem marcar estas ocasiões.

Mas como o número cada vez maior de pessoas em todo o mundo de hoje despertam para a verdade eterna e relevância da Torá, muitos estão se perguntando qual parte os não-Judeus pode levar na marcação dos festivais da Torá, e como eles devem observá-los.

O desafio para os Rabinos de hoje é para desenvolver diretrizes para observância adequada, significativa dos Sabbaths semanais e cada um dos festivais, por sua vez, para todos os não-Judeus que se sente chamados para marcá-los de alguma forma.

Mantendo-se emtempo com a batida

Em uma performance musical, cada um dos diferentes instrumentistas e cantores devem desempenhar o seu papel único, mas, a fim de criar uma sinfonia harmoniosa, todos devem tocar com o tempo um com o outro.

Da mesma forma todas as pessoas diferentes no mundo devem marchar para a frente dia a dia mantendo no tempo com o calendário de Torá. Isto é como todas as nações podem cantar uma música harmoniosa de amor e gratidão a Deus.

Vós, ó todos os povos, aplaudi! Aclamai a Deus com vozes de júbilo! Porquanto o Eterno, o Altíssimo, é excelso; Ele é o grande Rei sobre toda a terra.” (Salmos 47:2-3).

Erguei ao Eterno uma nova canção. Que toda a terra Lhe entoe uma melodia. Cantai ao Eterno, bendizei Seu Nome, proclamai a cada dia a salvação que Dele provém. Que ante todas as nações exaltemos Sua glória e entre todos os povos...” (Salmos 96:1-3).

© Avraham ben Yaakov 5774 / 2014. All rights reserved.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Artigos Recentes

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 50 outros seguidores

Blog Stats

  • 34,145 hits
%d bloggers like this: