O Poder da Fala

Deixe um comentário

28 de Julho de 2016 por azamradobrasil

darkness 1

A oração deve ser falado em palavras reais – literalmente. Não é o suficiente pensar nas orações. É verdade que Deus sabe o que estamos pensando. Mas a fala das palavras é vital, porque a fala é o vaso com a qual recebemos o fluxo de bênçãos. De acordo com as nossas palavras, assim é a bênção que recebemos.

Aquele que aperfeiçoa sua fala pode receber abundantes bênçãos através dos vasos que ele faz com suas palavras. É por isso que devemos realmente articular nossas orações com nossas bocas.

Likutey Moharan I, 34

Guarda a tua língua

Nunca deixe uma palavra de maldade deixar sua boca. Nunca diga que você vai ser mau ou que poderá cometer um pecado, mesmo se você dizer isso como uma piada e não têm a intenção de levar a cabo as suas palavras.

As palavras em si podem ser muito prejudiciais. Elas podem obrigá-lo a cumpri-las, mesmo que você não queria dizer a sério.

Este foi o que causou a queda do Rei Iehú, porque ele disse: “Ahav serviu pouco a Báal, porém Iehú o servirá muito!” (2 Reis 10:18). Quando o Rei Iehú disse estas palavras, ele não tinha a intenção de cometer idolatria. Ele disse-lhes apenas para enganar os adoradores de Báal, como explicado no verso seguinte. No entanto, essas palavras eram sua queda, porque ele mais tarde veio a cometer idolatria.

Portanto no Talmud aprendemos que “a aliança é feita com os lábios” (Sanhedrin 102a). Assim, você deve ter muito cuidado com o que você diz.

Sichot Haran #237

*

Falando depreciativamente sobre outras pessoas reforça a preensão de fantasia e ilusão sobre nós. Quando as pessoas usam a linguagem ruim e falam depreciativamente sobre os outros, a sua consciência e entendimento espiritual são retirados e eles baixam o amor de Deus e descem as paixões animalescas e desejos. A fonte dessas paixões e desejos é a faculdade da imaginação do homem, que faz parte de sua natureza animal. A imaginação se alimenta de mentiras e difamação e é diretamente oposta à faculdade da memória com o qual mantemos a nossa verdadeira situação nesta vida e nosso destino eterno no primeiro plano das nossas mentes.

Aqueles que abusam de linguagem cai no esquecimento, que é a morte do coração. O coração deles morre dentro deles e nunca vão lembrar que a verdadeira meta da nossa vida neste mundo é a vida eterna do mundo vindouro. Tais pessoas estão mortas, mesmo em sua vida, porque eles não têm concepção de seu verdadeiro objetivo e propósito.

Likutey Moharan I, 54

*

A fala é a respiração dos lábios do Santo, bendito seja Ele. Abusar da fala é transformá-la em uma “furiosa tempestade de vento” (Salmo 148:8). Essa furiosa tempestade de vento é o grande acusador – a fonte de provações e desafios de todo o homem. Este espírito selvagem corrói a própria carne do homem. É a raiz de toda a calúnia, falsidade e do mal que as pessoas falam sobre o outro. É o chamado “fim de toda carne” (Gênesis 6:13), pois desperdiça e destrói a carne do homem e sua própria vida. Tudo isto é o resultado de abusar da fala.

Likutey Moharan I, 38

Retirado do livro THE ESSENTIAL RABBI NACHMAN.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Artigos Recentes

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 50 outros seguidores

Blog Stats

  • 34,093 hits
%d bloggers like this: